Contato para show:

Rogério Guereiro: 71 8119-5023 - 71 3016-5524
e-mail: rogerio@negracor.com.br

O site da Negra Cor está sendo reformulado. ×

Negra Cor uma banda diferente e de alta qualidade.

É pop, rock e hip hop. É também som eletrônico, axé e música negra com muita percussão. Com esses ingredientes, aparentemente estranhos, a Negra Cor se revelou, em pouco tempo, como um dos melhores grupos da atualidade no cenário da música brasileira.

Liderada pelo vocalista Adelmo Casé, a Negra Cor ganhou em julho de 2008 elogios do jornalista, escritor, compositor, letrista e produtor musical Nelson Motta, que em entrevista a uma emissora de TV disse ter ficado muito bem impressionado com o trabalho da Negra Cor. Essa é a opinião de quem conhece música e já produziu discos de grandes estrelas da MPB como Elis Regina, Marisa Monte e Gal Costa, dentre outras.

Um momento importante na carreira da Negra Cor foi a participação da banda no palco principal do Festival de Verão Salvador 2008, o maior festival de música do País, que reúne grandes astros do Brasil e do mundo. A apresentação foi marcada por muitos aplausos e pedidos de bis.

Em novembro de 2007 a Negra Cor foi convidada a participar do Som Brasil, exibido nacionalmente pela Rede Globo de Televisão, em homenagem ao cantor e compositor Gonzaguinha, morto em 1991. No final da apresentação, os diretores do programa parabenizaram Adelmo Casé e banda pela linda interpretação e arranjos que fizeram para três sucessos de Gonzaguinha - Um homem também chora (1983), Feliz (1983) e Lindo Lago do Amor (1984).

Baiana, a Negra Cor foi criada em outubro de 2005 e logo emplacou ensaios semanais concorridíssimos, em Salvador, que se transformaram em ponto de encontro de artistas, jornalistas, jovens e gente descolada. O Bahia Café Hall, onde foram realizados os ensaios, tem capacidade para quatro mil pessoas. Durante três anos, sempre com casa lotada, os ensaios da Negra Cor foram considerados os melhores da temporada de verão e tiveram participações especiais de Daniela Mercury, Márcio Mello, Margarateh Menezes, Luiz Caldas, Alexandre Peixe, Aline (Cheiro de Amor), Tomate, Pierre Onasis, Cláudio Zóli, além das bandas Jammil e Uma Noites, Maskavo e Papas da Língua, dentre outras.

A Negra Cor, desde a sua criação, tem viajado bastante fazendo shows em grandes capitais – Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Salvador, Manaus e Aracaju – e em cidades do interior, a exemplo de Campinas, em São Paulo.

A Negra Cor também tem participado de micaretas, como são chamados os carnavais fora de época, por esse Brasil afora como o Carnabeirão de Ribeirão Preto, em São Paulo, e a micareta de Feira de Santana, na Bahia, a mais antiga do País.

As músicas da Negra Cor têm boa aceitação junto ao público e sucesso garantido nas rádios. A primeira música de trabalho foi Barulhinho bom (Adelmo Casé/Manno Góes). Em seguida vieram Vem me buscar (Bob Bastos), Só vou fazer amor (Adelmo Casé/Carlinhos Brown), Coração tambor (Tenilson Del Rey/Edu Casanova/Jauperi) Amar com você (Adelmo Casé/ Gerônimo/ Saul Barbosa), Acende a Luz (Saul Barbosa e Jorge Aragão) e Jogue Tudo Pro Alto (Adelmo Casé) . O mais novo lançamento da Negra Cor é Jogue Tudo Pro Alto (Adelmo Casé) , um funk com batida forte de percussão, que está tocando em rádios de todo o Brasil.

A estréia da Negra Cor no carnaval de Salvador foi em 2007 quando animou foliões do bloco A Novidade, puxou trios independentes nos circuitos Dodô (Barra/Ondina) e Osmar (Campo Grande/Praça da Sé), tocou no camarote Skol e assumiu, a convite de Daniela Mercury, na segunda-feira de carnaval, o comando do Trio Eletrônico, o trio de Daniela Mercury sem cordas, no trecho Barra-Ondina.

Após o sucesso do ano passado, o carnaval 2008 da Negra Cor não poderia ser diferente e ganhou mais destaque na avenida puxando os blocos Eu Vou, Alô Inter e Skol D+, no circuito Dodô (Barra/ Ondina), e Inter, no circuito Osmar (Campo Grande/ Castro Alves). Em 2009 o alto astral da banda voltou a contagiar turistas e baianos em quatro, dos cinco dias da festa: no circuito Dodô (Barra/Ondina), a Negra Cor vai esteve no sábado no bloco Eu Vou, domingo no camarote Skol e segunda no bloco Skol. 2010 vem chegando e a Negra Cor já está confirmada no bloco Eu Vou mais uma vez.

O primeiro CD da banda, ainda sem título, tem lançamento previsto para janeiro de 2010. O disco, tem direção musical de Saul Barbosa e foi gravado nos estúdios da WR, em Salvador. O álbum chega com músicas inéditas, autorais, algumas regravações e sucessos da Negra Cor.

A banda Negra Cor é composta por: Jimmy (Guitarra), Hilmar (Baixo), Luan (Teclado), Paulinho (Bateria), Marcos Paulo (Percursão), Sapão (Percursão), Mauro Telefunksoul (DJ), Sena (Sax), Silva Neto (Trompete), Adelmo Casé (Vocais).


Rua Alceu Amoroso Lima, 768, sala 810, CEP: 41.820-770, Caminho das Árvores, Salvador, Bahia
Tel: 71 8119-5023, 71 3016-5524, e-mail: rogerio@negracor.com.br. Desenvolvido pela: loupbr.com.